Tuesday, November 13, 2007

Happy bunny

Once upon a time there was a Brazilian shoe brand called Melissa. They made the best ever jelly shoes, with the most amazingly comfortable heel. So comfortable that I made a whole on it. (Took it to my superhero shoe guy, who found out the heel was hollow and put a wood stick inside it in a very MacGyver sort of way. But now I digress.)

Back to Melissa. They like to do partnerships with cool designers such as Alexandre Herchcovitch and Marcelo Sommer. All very cool, all very nice. But nothing can ever be as nice as their next partnership. A little bird told me Vivienne Westwood will be designing a little collection. Now, for a Vivienne adorer and Melissa lover like myself, this is big, it is huge. Even bigger than a Chanel sample sale. And this time it's not even a dream.


Monday, October 29, 2007

Better than Disney

Does anybody out there have shopping dreams or is it just me?

When I was a kid, I use to dream I was in Disneyworld, only to wake up disappointed that the only ride I was going on was the bus to school.

Now that Disney kind of lost its appeal, it seems it's becoming Chanel.

Only that in my dream, they were having a sample sale (kind of like Disney really). But I was not invited. Bad?

So somehow I manage to get it at the end of the day. I go straight to the sunglasses, which are reduced to £10 (!!). As I am browsing, a sad mean little man comes and starts collecting them all, saying the sale is almost over and he needs to clean up the displays. Even worse?

I manage to convince him to give me one minute, and just get around 10 pairs of sunglasses to choose from later. When I start trying them on, I discover all of them are men's models, as I was looking in the wrong section. Now that is the worst thing that could happen.

And no, I am not superficial. I am sure this dream has deep psychological hidden meanings and it is not simply about my lust for all things Chanel. It is my story and I am sticking to it!

Thursday, October 04, 2007

funny pics / unfunny post

Ok, I know it's silly. And I know we don't really care about celebrities and what they look like. But I couldn't help but laugh my unphotoshoped ass off at these pictures from fellow blogger Planet Hiltron.

(Amy Winehouse, Nicole Kidman and Beckhams)

Basically, they did photomontages about how some famous people would look like if their life had taken a different turn and they didn't count on an army of stylists, hairdressers and make-up artists.

Kind of like an inverse make-over. Which would be a make-under (sorry...it was much funnier in my head).

Anyways, me knows it's silly but me liked. Me thinks me might be a bit silly. Me is gonna stop right now before me ruins me writing reputation.

It's Thursday and me is tired. (Oh my God, me can't stop. HELP!)

Thursday, September 20, 2007

Glamorous me

As one more London Fashion Week draws to a close, I catch myself thinking about the weird world of the beautiful clothes. Don't get me wrong, I love the whole buzz of it as much as the next consumerist lady. But it is a week based on image, and everybody (me on top of ridiculous heels included) tries to put their best one forward. Like when everyone is dying to see what is inside the goody bag, but has to pretend they don't really care. Even if 10 minutes later they are elbowing a fellow show-goer in the eye to get an extra bag forgotten on the front row.

Soooo, instead of talking about the catwalks, the models and how fabulous we all were, I decided to get real and reveal: MY BIGGEST FASHION WEEK FAUX-PAUS.

1) End of show, having a beer at the after party when one of the designers approaches. He gives me his card. I decide to show off just a little and thank him in my only Japanese. "Arigatô Gozaimassssss", I say. "You are welcome, but I am Chinese", he replies.

2) End of another show, general buzz, people leaving the venue in a symphony of chunky heels, many abandoning their yummy cosmetic-brand-sponsored goody bags. Never the one to miss an opportunity, I get a little carried away and end up with three bags in my hands. Not, I repeat, NOT a good look.

3) Waiting for the doors to open at a third event, I spot my favourite fashion blogger coming down the stairs. Having had more than my fair share of free beer, I yell her name, tell her I "loooooooooove" her blog, and proceed to introduce her to my two friends who probably decided to end the friendship then and there. Not only I manage to embarrass the poor blogger, but I make my friends want to hide in their stilettos. Nice one darling.

Wednesday, September 19, 2007

Wood life

Camping is supposed to be a chilled time away from the tribulations of city life, right?

Well, of course it's not exactly what happens when certain people set up on their voyage...

So there we are, Saturday afternoon, enjoying the peace and quiet in the middle of the woods. All very relaxing. The fire is going, I am reading about crazy Chinese torture, Gringowlindow is listening to the football on headphones and scaring the deer with every almost-goal, our friends are taking a nap in the tent. Until...

Big guy and old farmer appear from nowhere.

Old farmer - What is this?
Me (puzzled by the obvious question) - Well, we are camping
Old farmer - Mmmmmmm, camping, huh?
Me (defiant) - Yes, camping, this is public land.
Old farmer - Well, not really. This is my land.
Me (not feeling so hot anymore) - Gulp. But isn't this the Kings Wood?
Old farmer - Not really. Kings Wood ends before that field. These are my woods.

At that time, Big guy was having a look around our campsite, and I was preparing to get up and leave when Gringowlindow goes...

Gringowlindow - Errrrrr, do you mind if we stay until tomorrow?

Surprisingly, Old farmer decided that we could stay. I think he realized we were not exactly Hooligans after having a look around and seeing:

- Scrabble
- A backgammon board
- A few books
- Our many empty bottles of wine set aside for recycling.

And so we stayed. But I suspect our friends (who had never camped before) were not so convinced anymore by our claims that we were pro campers (considering I also forgot to bring the pots and pans).

(...is great, especially with pots and pans...God save Sansbury's!)

Wednesday, September 12, 2007


Ok folks and flowers.

So here I am. Back and in English!

Thank you for all the comments, I will definitely take the advice of writing in whatever language makes more sense. After all, as someone pointed out, certain life-changing expressions such as "cara de palmito" are indeed hard to translate. But, for the sake of those not familiar with the language of Gisele, caipirinha and crazy-waxing-in-private-places, I promise I will try my best.

I am going camping this weekend, so soon I return with tales of glamour X mud and how to convince Gringowlindow to come pee with me in the woods at 3am because I have been afraid of going on my own since watching The Blair Witch project.

Anyways, as Wonderbra once said "HELLO BOYS"!

(Little dictionary of silly expressions:
Gringowlindow - English word for Gringolindo, which is my beloved hubby and eternal gringo.
Gringo - A non-Brazilian.)

Wednesday, August 29, 2007

Pesquisa de opinião

Folgada eu...não apareço durante séculos e quando venho é para pedir coisas...

Mas é que estava pensando numa idéia e queria saber o que meus leitores, se é que me sobrou algum após tanto desaparecimento, acham...

Vocês me achariam péssima, ridícula e tá-se-achando-a-maior-gostosa-do-planeta se eu começasse a escrever o blog em inglês???

É que tenho vários amiguinhos(as) que não falam português e com quem eu também gostaria de dividir minhas idéias de jerico...mas escrever dois blogues seria uma idéia mais de jerico ainda dada a falta de tempo crônica do resto de ser humano que vos escreve...

Bom, me digam o que acham...mas sejam fofos mesmo que acharem que essa é a pior idéia do mundo porque estou em momento frágil, tá?

Wednesday, July 25, 2007


Final de semana em Brighton (praia de pedrinhas a duas horas de Londres, com uma vibe meio hippie e lojinhas fofas).

Domingão, festival de música na praia, tempo meio cá meio lá. Lá pelas 5 da tarde, olho para o Gringolindo e para Gringoamigo...os dois, criaturas pálidas do norte do Equador, estavam competindo para ver quem chegava ao tom mais exótico de vermelho. O solzinho bobo, no fim das contas, estava queimando.

Me achando a mulata brasileira da cor do pecado, dou uma bronca nos dois, faço um longo discurso sobre os perigos do sol e digo ao Gringolindo que se ele virar uma uva passa aos 40 fujo com o adolescente do Tesco que acha que cheiro bem.

Um segundo depois, olho para os meus braços e noto horrorizada que também estou com uma tonalidade rosa fosforescente. Os dois também reparam e passam o resto do dia rindo de mim. Com razão.


Friday, July 06, 2007

Motel de passarinho dá frutos

Rápido update sobre o pombo-gate.

Semana passada descobri que o amor deu frutos. Encontrei um ovo de pombo na minha varanda. Para quem nunca viu ovo de pombo, o que era meu caso, parece ovo de codorna.

Fiquei dividida. Deixo o ovo vingar e arrisco ser anfitriã de uma família de pombos felizes, com direito a ninho, comida e penas lavadas? Ou jogo o ovo fora e arrisco ser vítima de um casal de pombos irados?

Decidi jogar o ovo fora. Meio malvado, eu sei, mas pombo é rato com asa e na minha grama sintética não!

Até agora não fui atacada por nenhum psico-pombo, mas se fizerem cocô na minha cabeça não vou estranhar.

Tuesday, June 26, 2007

Motel de passarinho

Fatos interessantes sobre pombos:

Fato 1: Eles são pudicos. Apesar de serem uma espécie de sem-tetos do mundo aviário, não gostam de fazer suas pombíces carnais em público.

Fato 2: Apesar do fato 1, eles não têm a menor vergonha de usar a varanda alheia como motel.

Fato 3: Mesmo assim, quando são pegos no flagra no local mencionado no fato 2, fazem cara de paisagem e saem assobiando como se ficar se amassando na varanda alheia fosse a coisa mais normal do mundo.

Descobri esse lado paradoxal do pombo ao flagrar um casal de ditos cujos em pleno ato pombográfico, escondidinho atrás de um vaso na minha varanda. A descoberta foi feita quando resolvi investigar de onde vinha o incessante "coooooooooooooooooo, cooooooooooooooooooooooooo" que ouvia há longos e irritantes minutos.

Apesar de ser uma moça liberada nesses assuntos, acho meio que o fim da picada que a minha varanda, tão pequenina e mimosa, seja transformada em motel de passarinho. Fala sério. Alguém conhece alguma tática para espantar pombo?

Thursday, June 21, 2007

Bobagens geniais

Estou lendo um livro divertidíssimo e extremamente fútil chamado Bergdorf Blondes.

É um antídoto ao livro anterior que levei cinco meses para ler, uma obra japonesa pesadíssima que incluia, na mesma estória, suicídio, paranormalidade, coma e perda de memória. Eu sei, credo! Mas a capa era azul-bebê-pega-trouxa, toda meiga, e me deixei levar.

Por isso antes de embarcar em mais alguma aventura tétrica nipônica (meu fraco, confesso), resolvi ler o livro mais mulherzinha que consegui achar (outro de meus fracos, mas isso vocês provavelmente já imaginavam pelo teor desse blog).

Ainda estou na página 25, mas já encontrei frases impagáveis! A minha preferida até agora é:

"Esse dia foi tão ruim...um absoluto desperdício de maquiagem".


Tuesday, June 05, 2007


Homem é um bicho deveras estranho.

Eis que outro dia eu chego ao supermercado, depois de pegar ônibus lotado e ficar pra lá e pra cá o dia todo num calor senegalês.

Meio mal humorada, reclamo pro caixa que não tinha mais cestinhas para as compras.

O rapaz, naquela idade de pico hormonal que ignora rabugice em rabo de saia, se sai com essa:

Rapazote - Posso comentar uma coisa?
Eu - Claro.
Rapazote - Deixa pra lá.
Eu - OK.
Rapazote - Você cheira muito bem.
Eu - Aha??? Obrigada.
Rapazote - É um elogio.
Eu - Percebi!

Obviamente cheguei em casa toda prosa dizendo pro gringo-lindo que se ele não se comportar fujo com o adolescente sem olfato do Tesco.

Wednesday, May 09, 2007

Gislinda no mundo das tesouras

Se for verdade, você leu primeiro aqui!

Se não for...leu o que?

Bem, à fofoca que é o que interessa. Sempre.

Parece que Gislinda Bündchen vai criar uma coleção de lingerie para a rede de lojas H&M.

Será que vão ser calcinhas estilo brasileiro (que eu sou a única brasileira que não gosta) ou calçolas estilo europeu (que eu sou a única brasileira que gosta)?

Se a informação proceder mesmo, Gislinda vai seguir os passinhos de gente como Madonna, Stella McCartney e Karl Lagerfeld.

Nada mal.

Friday, May 04, 2007

Barbie Face

Como se não me faltasse coisas nas quais gastar dinheiro, agora eu também gosto de brincar de passar maquiagem. Eu que era uma defensora da cara lavada, me rendi uma pincelada aqui e ali. Como diria minha avó, dá uma cara de saúde!
Já os cínicos diriam que é a idade. A eles eu digo que...bem, é a idade mesmo (só não faço buá snif buá porque meu rímel não é à prova d'água!).
Voltando ao que importa. O problema é que eu era muito tosca no mundo dos cosméticos. E acabei comprando dezenas de bases do tom errado, blushs cor-de-palhaço e rímels tão resistentes que no dia seguinte acordava com olhos de panda. Mas, alguns tostões e desastres estéticos depois, encontrei o kit perfeito! Aquela coisa maquiagem sem cara de maquiagem. Aqui vão então meus produtos preferidos para brincar de Barbie Face.

Base Chanel Teint Innocence
É leve e ilumina. Mas cara de inocente, aqui, nem com cirurgia plástica!

Esconde até olheiras dos choros mensais ninguém-me-ama-quero-um-chocolate-tô-gorda-não-tenho-o-que-vestir.

Não é bem um blush. É um "cheek and lip stain" (algo como tintura para bochechas e lábios). Eu só uso na bochecha porque não gosto de batom. É sensacional, dá um rosado natural acabei-de-me-pegar-com-um-rapazote-atrás-da-moita.

Rimmel Magnifying Eyes Mascara
Alonga os cílios (mas sempre com o uso do curvex, aquele instrumento que faz o gringo-lindo achar que tenho tendências sadomasoquistas), não faz bolinhas e sai fácil.

Tuesday, April 10, 2007


Às vezes acontecem coisas que parecem filme. Seria lindo se fosse uma comédia romântica, mas no meu caso geralmente é comédia pastelão mesmo.

Outro dia cheguei ao bar toda serelepe para comemorar meu aniversário. Depois de um dia de aniversário de extremo mau humor e rabugisse, estava pronta para uma longa e colorida sucessão de coquetéis. Mas já no táxi percebi algo errado com meu olho direito. Um cisco, talvez?

Procurei o maledeto sem sucesso, o que fez meu amigo Rinorino concluir que o cisco já tinha saído, mas tinha irritado meu pobre olhinho.

A história teria ficado por aí mesmo, já que após o terceiro coquetél eu nem lembrava que tinha olho.

Mas quando fui comprar meu primeiro drink, ainda naquela piscação pós-cisco, o barman achou que eu estava paquerando e piscou de volta. E sério. E ainda demorei uns bons minutos para entender que ele não estava reagindo ao meu irresistível charme, mas à minha irresistível piscada.

Daí pra frente, todas as (muitas) vezes que fui ao bar, recebi sorrisinhos cúmplices do rapaz. Pra ser sincera, preferia minha parte em birita grátis!

Monday, March 26, 2007


Algumas rápidas dúvidas recentes:

Porque quando você está triste é o fato de ter esquecido de pegar canudo pro seu café gelado que te leva às lágrimas?

Como dois canais de TV diferentes têm a maldade de passar Ugly Betty e American Idol na mesma hora? E qual você escolhe?

Porque depois que o Blogger foi comprado pelo Google eu não consigo mais postar fotos?

Comprar uma argola dourada significa que eu virei patricinha? Ainda se fala patricinha?

Thursday, February 22, 2007

A moda...

Acabou a London Fashion Week. Faz tempo, mas eu estou feito ver jogo de futebol na TV e ouvir no rádio: com um atrasinho irritante. Vocês perdoam, né?
Mas enfim, o saldo foi positivo. Algumas goodie bags, muita cerveja de graça e fotos interessantes (que coloco por aqui assim que o novo blogger+google resolver permitir).
Mas a moda cansa e tudo o que consegui produzir depois de correr pra lá e pra cá foi esse singelo poeminha…que está em inglês porque foi originalmente escrito para as pobres orelhas das minhas colegas de classe. Traduzir poema é difícil, então vai em inglês mesmo. Vocês perdoam, né?
(E não vale dizer que voltei americanizada…inglesada até vai, já que ando pedindo desculpas feito uma british lady).

There were the shows
There were the cues
There were the clothes
There were the tunes

It all kicked off
With an awful Ben de Lisi
The eighties are over, my friend
Being a designer is not easy

Manish Arora however
What an inspiration
It was cyber and embellished
From a different constellation

Basso & Brooke also rocked
And this is not cause I'm brazilian
Such hot prints and crazy shapes
Those are two boys in a million

I saw Menkes and Alexander
What a couple would they make!
Throw in Isabella Blow
And they would keep the block awake!

And the models, all so pretty
But a tinny bit too skinny
They look great in crazy clothes
But would be iuc in a bikini

I was seated I was standing
Got a few nice goodie bags
Drinks with Andrew and the girls
And quick breaks for cheeky fags

Now I am all fashioned out
Sometimes I thought: I want my mom!
Looking cool is such hard work
But boy the week was loads of fun!

Thursday, February 15, 2007

Dama (?) de Ferro

De Tóquio para a London Fashion Week…não sei o que é mais difícil de entender, japonês ou fashionês…logo logo: "The besti and the worsti da fashion weeki".

Por enquanto, uma citação que encontrei num livro legal num banheiro bacana de uma festa chata…

"Being powerful is like being a lady. If you have to say you are, it is because you are not at all".

Margaret Thatcher (que era powerful, já lady...há controvérsias).

Monday, January 15, 2007


Como nem so de compras vive uma samurai na Arigatolandia, ando pensando sobre a dualidade das coisas…o yin e o yang, saca? (eu sei que essa eh uma filosofia chinesa, mas com tantas lojinhas divertidas, sushis e neons – e trabalho nas horas vagas – ainda nao tive tempo de investigar as filosofias japonesas).
Mas enfim, ando pensando nisso…entao aqui vai uma listinha das coisas boas e nao tao boas ate agora.

Parte boa...Parte ruim

Os japoneses sao o povo mais doce do mundo...Mas isso me faz ficar ainda mais culpada por nao conseguir decorar como fala “por favor”…

Em vez de darem panfletos na rua, eles dao pacotinhos de lencinhos de papel com as propagandas..Mas assoar o nariz em publico eh considerado extrema falta de educacao, entao nem uso meus lencinhos e virei um ser que funga…

Esta tudo em liquidacao e a libra eh uma moeda forte...Mas quero comprar tudo e nao ha libra forte que chegue…

Toquio tem os sapatos mais fofos do mundo… Mas as japonesas tem pes Gulliver e eu de gigante…o maior tamanho disponivel eh dois numeros menor do que meu pe…

O sushi eh otimo e light… Mas o shoyu da vontade de comer doce e eu descobri o Haaggen Daaz de biscoito e cha verde. E tem um AM/PM 24 horas do lado do meu hotel….

Esse lugar eh o paraiso da Hello Kitty...Mas eu nao tenho mais 7 anos de idade...

Wednesday, January 10, 2007

Quanto mais descontrol melhor!

A liquidacao…


1 shopping center estreito e vertical, com uns 7 andares, em que as lojas sao grudadas umas nas outras e meio abertas…
Umas 20 lojas por andar…
Mais ou menos 150 milhoes de japonesas enlouquecidas…

Agora, a cereja do bolo…

Em cada loja, uma vendedora fica em cima de um banquinho, com um megafone na mao, gritando as ofertas e tentando atrair a freguesia.


1 Japonesa + 1 Megafone X 20 = a liquidacao mais descontrol do mundo.
Nao disse? Espero que tenha dado para ter uma ideia…palavras nao sao suficientes para descrever…eu amo esse pais!

(eu tinha esquecido de levar a camera no dia
em que vi a liquidacao...eu sei, imperdoavel...
mas vai uma outro fotinho divertida)

Sunday, January 07, 2007


Eu sei, eu sei...a ultima vez que apareci por aqui foi no ano passado. Feliz ano novo, alias.

Mas se me sobrou algum leitor, vou me redimir com a serie "Samurai em Tokyo". Sim, estou no Japao!!!! Vim mezzo a trabalho e mezzo a passeio (sim, porque vir ate o Japao so pra trabalhar nem mesmo japones)...

Mas vamos ao que interessa...

Check-in da Virgin Atlantic, eu e gringo-lindo (que foi me levar ao aeroporto). Eu faco cara de meiga e peco um lugar na janela da saida de emergencia, onde tem um monte de espaco pra mexer os dedinhos. A moca responde que tem uma taxa pra sentar na saida de emergencia, a bagatela de £75. Gringo-lindo, querendo dar um jeitinho nada gringo, solta "mas moca, ela tem medo de voar" (o que eh mentirinha, so tenho medo das filas do check-in).
Ao que a moca responde "aaaah, entao ela nao pode de jeito nenhum sentar na saida de emergencia, porque se o aviao cair, ela precisaria abrir a porta e nao pode entrar em panico".
Hahaha. Tiro saiu pela culatra forevis. A nossa cara de palmito foi impagavel.

No aviao, sento ao lado de uma japonesita. Imaginem a cena: ela toda delicada e mingnon e eu, bem, o oposto disso.
Pra comecar bem, sento em cima do cobertor da rapariga. Em seguida, gripada feito uma cabra, traco um pacotinho de kleenex antes mesmo de o aviao decolar e fico so esperando ela sair correndo de medo dos meus germes.
Ja no ceu, abro minha agua e, por causa da diferenca de pressao, sai um esguicho, adivinhem em quem?
Alem disso, preciso ir ao banheiro 375 vezes (eu estava na janela, ela, no corredor).
Mas, meiga como sao as japitas, ela sempre sorria e dizia "it is ok, it is ok".
Pobrecitos dos japonitos. Depois de 3 semanas eles nao vao mais ter essa paciencia toda comigo!

No proximo capitulo: a liquidacao mais descontrol do mundo. Eh serio...